terça-feira, 21 de agosto de 2012

Aerogel flexível: "fumaça sólida" suporta peso de um carro

Aerogel flexível:
A Dra. Mary Ann Meador colocou seu próprio carro em cima de uma amostra do aerogel para mostrar que o material é realmente forte, apesar de ultraleve.[Imagem: NASA]
Redação do Site Inovação Tecnológica - 21/08/2012


Isolante peso-leve


O aerogel já não é o material mais leve do mundo, mas conserva a fama de um material literalmente da era espacial.

Além de já ter sido usado para coletar amostras de um cometa no espaço, o aerogel é extremamente leve e é um excelente isolante térmico.

O grande problema, que o mantinha afastado de aplicações no dia-a-dia, é que o aerogel tradicional é também muito frágil.
Mas esse problema acaba de ser resolvido por Mary Ann Meador e Haiquan Guo, pesquisadoras do Centro de Pesquisas Glenn, da NASA.

A dupla desenvolveu um novo tipo de aerogel que, além de muito mais resistente, é flexível, permitindo seu uso para isolamento em residências, geladeiras e até em roupas e agasalhos de inverno.

Aerogel de polímeros

O aerogel original era feito de sílica, ou óxido de silício, um mineral encontrado na areia da praia, por exemplo.

Mais recentemente, cientistas fabricaram versões de aerogel de nanotubos de carbono e até um aerogel de diamante.

As cientistas da NASA usaram um polímero para fazer uma alteração na estrutura interna do aerogel de sílica, reforçando a rede cristalina do material.

Aerogel flexível:
O aerogel de polímeros é flexível e até 500 vezes mais forte do que seus antecessores, feitos unicamente de sílica. [Imagem: NASA]

As pesquisadoras também fabricaram uma versão de aerogel inteiramente polimérica, usando poli-imida, uma espécie de plástico muito forte e resistente ao calor.
Foram fabricados aerogeis com densidades de 0,08 a 0,2 g/cm3.
Enquanto o aerogel tradicional suporta temperaturas de até 100ºC, o aerogel polimérico suporta até 400ºC.
"Os novos aerogéis são até 500 vezes mais fortes do que seus equivalentes de sílica," disse a pesquisadora. "Um pedaço grosso na verdade pode suportar o peso de um carro. E o aerogel flexível pode ser produzido muito fino, em um filme tão flexível que torna possível uma grande variedade de usos comerciais e industriais".

Escudos espaciais e geladeiras

A pesquisadora acrescentou que a NASA está inicialmente interessada no aerogel flexível para construir escudos de reentrada na atmosfera, que precisam suportar temperaturas elevadíssimas.
Aqui embaixo, porém, os usos serão mais básicos, como em geladeiras, já que o aerogel flexível é de 5 a 10 vezes mais eficiente do que os isolantes utilizados hoje, baseados em fibra de vidro.
Outras aplicações incluem o revestimento de canos de aquecimento, edifícios, tanques e qualquer outro dispositivo que precise de isolamento térmico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ray Bradbury

"Se não tivermos bibliotecas, não temos nenhum passado e não teremos um futuro"