terça-feira, 3 de maio de 2011

Sete dias de apresentações do espetáculo de dança Sereia, Bailarina das Águas

Com ingressos no valor de R$ 8,00, os shows acontecem nos dias 13, 14, 20, 21, 27, 28 de maio e quatro de junho, no Auditório Barbosa Lessa, primeiro andar do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV). Composto por seis bailarinas e com a direção de Lauren Hartz Rosa, Sereia, Bailarina das Águas aduz o universo espiritual feminino, onde cada bailarina representa sua sereia, simbolizando a força, a fé e a emoção deste ser mitológico.
A pesquisa realizada por Lauren mergulha nos campos da Etnocenologia, tema pouco abordado na dança e carente de reflexões artísticas a respeito. O show é fruto de uma pesquisa que, através de embasamentos teóricos na área da Etnocenologia, visa trazer uma visão da dança ampliada, abrangendo o campo da espiritualidade não somente como um relato, mas utilizando a própria dança como caminho para manifestação desta espiritualidade e expressão da sensibilidade feminina, dando voz ao mundo místico das mulheres.”, explica Lauren.
O elenco é formado pelas bailarinas Alice Sales de Almeida, Janaína Martins Nocchi, Laura Cremonesi Bortolazza, Laura Menezes Rosa, Denisson Beretta Gargione além da diretora Lauren Hartz Rosa e o figurinista Fabrízio Rodrigues. O ingresso para cada apresentação custará R$ 8,00, com desconto de 50% para estudantes, idosos, classe artística e crianças com até 12 anos de idade.
Confira a programação completa de apresentações do espetáculo Sereia, Bailarina das Águas no CCCEV:

Sexta-feira - 13.05
19h.
Sábado - 14.05
17h.
Sexta-feira - 20.05
19h.
Sábado - 21.05
17h.
Sexta-feira - 27.05
19h.
Sábado - 28.05
17h.
Sábado - 04.06
17h.



O quê: espetáculo de dança Sereia, Bailarina das Águas.
Quem: direção de Lauren Hartz Rosa.
Quando: 13, 14, 20, 21, 27, 28 de maio e quatro de junho.
Onde: Auditório Barbosa Lessa, 4° andar do CCCEV, localizado à Rua dos Andradas 1223 – Centro Histórico.
Quanto: R$ 8,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ray Bradbury

"Se não tivermos bibliotecas, não temos nenhum passado e não teremos um futuro"